domingo, 8 de junho de 2014

Variação da avaliação bancária em Lisboa

No artigo de hoje analisamos, de uma forma que reconhecemos pouco profunda, os dados do Instituto Nacional de Estatística sobre a avaliação bancária de habitação.


A partir do quadro 12 do relatório IABH0414 (Valores Unitários (euros/m2) de Avaliação Bancária de Habitação por Natureza dos Alojamentos - Zonas Urbanas de Lisboa e Porto - Abril de 2014, Média Global – Habitação) disponível no sitio da internet do INE (www.ine.pt), construímos um gráfico, de base 100 em setembro de 2008, que mostra a variação da avaliação bancária na maior cidade do país até Abril de 2014.




A variação no valor da avaliação bancária é mais acentuada no produto de menor valor. De facto, no “Percentil 25” é onde se verificam as maiores descidas, que vão sendo menores à medida que aumenta o “Percentil”. Estas descidas não serão imunes à crise económica que se faz sentir, nomeadamente nos estratos mais desfavorecidos da população.


O percentil 75, portanto a habitação de maior qualidade, foi a que sentiu menos a descida de preços e é também a primeira a reagir em alta.


Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário