domingo, 29 de outubro de 2017

Escritórios em Leça da Palmeira

No artigo de hoje detalhamos duas abordagens distintas utilizadas para chegar ao valor de mercado de um escritório em Leça da Palmeira.

Tratava-se de um escritório com 40 m2 de área bruta privativa localizado no centro da cidade.

É conhecida a nossa preferência por métodos estatísticos para a avaliação de imóveis. Assim sendo, no método comparativo de mercado, utilizamos técnicas de estatística descritiva e de inferência estatística.

A estatística descritiva aplicada à amostra conduziu aos seguintes valores:


Ao analisarmos estes resultados verificamos que a média se aproxima da mediana e que o coeficiente de variação (CV) é de apenas 9,9%. O coeficiente de variação é o quociente entre o desvio padrão e a média.

Estes resultados satisfazem-nos.

A inferência estatística, através de uma regressão linear simples, conduziu-nos à seguinte equação:


Esta equação é válida para escritórios entre 35 m2 e 80 m2 de área bruta privativa. É uma equação que nos serve porque tem a suportá-la, entre outros elementos relevantes, um R2 de 92%. Também foi verificada a existência de “outliers”.

Finalmente, qual a diferença de valor entre as duas técnicas?


Nota: Os valores aqui expressos baseiam-se em “asking price”. 

Declinamos qualquer responsabilidade pela utilização dos dados acima mencionados.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário