domingo, 20 de maio de 2018

European Valuation Conference


João Fonseca | Avaliadores de Imóveis | 919375417
Decorreu na passada sexta-feira, no Hotel Palácio Estoril, a European Valuation Conference, numa realização conjunta da ASAVAL e da TEGoVA, com o tema “European Valuation Standards and Qualifications- Guarantors of the profrssional competence that EU regulation requires”.

Foram abordados muitos temas interessantes, que seria difícil abordá-los todos num artigo como este. No entanto, destacaríamos dois:

-“The limits of statistics and AVM’s in valuing individual properties”.
A nossa principal conclusão, quanto ao que foi comunicado com forte convicção pelo excelente orador, é que será sempre necessária a presença do perito avaliador de imóveis para a avaliação de propriedades e que os modelos estatísticos e os AVM´s serão adequados para a avaliação de portefólios.

-“Valuer´s Fees – Competition/fees/quality and the race to the bottom”.  
Este foi um tema bem a propósito para a conjuntura que se está a viver no seio dos peritos avaliadores externos. De facto, estão a ser praticados honorários de avaliação degradantes, que não fazem sentido (exigindo-se até aos peritos avaliadores deslocarem-se a uma agência bancária para levantar e depositar as chaves dos imóveis, no seio de uma avaliação!). Existe um descontentamento generalizado da classe dos peritos avaliadores de imóveis que esperamos, muito sinceramente, não venha a ter consequências menos desejadas pelo mercado.

Registamos ainda a frase “Fees are insignificantin in the investment decision”, a mensagem de que é preciso um esforço dos peritos avaliadores de imóveis e das sociedades de avaliação em explicar aos seus clientes que a qualidade das avaliações é diretamente proporcional aos “fees” praticados e registamos também o tom conciliatório e de bom senso de Paulo Barros Trindade, Presidente da ASAVAL, apelando ao diálogo em contraposição com o conflito.

Esta conferência foi um excelente momento de partilha, de networking, e ... valeu mesmo a pena!

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário