domingo, 19 de outubro de 2014

Os eucaliptos!

(ou como os supermercados de conveniência secam tudo à volta!)

Quem conhece a cidade do Porto conhece, de certeza absoluta, o cruzamento do Monte dos Burgos.


É um cruzamento curioso porque agregava três freguesias (antes da recente reorganização), agora duas, e de concelhos diferentes.

Além de ser um local com um tráfego muito intenso é também uma zona habitacional interessante, com um misto de habitação unifamiliar e de construção em altura.

Por isso, a zona do cruzamento do Monte dos Burgos é muito favorável ao comércio tradicional de proximidade onde coexistem, por exemplo, um talho, um “pão quente”, uma loja de eletrodomésticos, uma frutaria, uma farmácia e um “take away”. Isto em 45 metros de rua!

Só que os eucaliptos chegaram!

Num ápice apareceram três supermercados chamados de conveniência, que convenientemente têm, cada um, cerca de oitocentos metros quadrados de superfície comercial.

Um pouco mais longe, mas não tanto assim, mais dois supermercados de conveniência e uma grande superfície.

Inexoravelmente, o comércio de rua na envolvente do cruzamento do Monte dos Burgos vai morrer.

Inexoravelmente, mais lojas devolutas e mais problemas para o investimento imobiliário.

Muito facilmente atribuiríamos culpas a um capitalismo selvagem, muito preocupado em olhar muito para o seu umbigo.

Mas não!

O perigo está nas entidades que permitem que isto aconteça, com as Câmaras Municipais à cabeça.

Estas abatem sobreiros e plantam eucaliptos!
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário