domingo, 10 de janeiro de 2016

E que tal dar informação consistente?

A capa da revista Visão desta semana afirma, com toda a convicção, que “casas voltam a ser negócio”.

Nós também achamos. Mas também achamos que a informação prestada pela revista aos seus leitores deve ser consistente, coerente e verdadeira.

 

Custa-nos muito a acreditar que apartamentos novos sejam mais baratos que apartamentos usados. Admitimos que tal possa não acontecer mas em circunstâncias muito especiais, que não podem ser generalizadas:



Também nos custa a acreditar nas diferenças exageradas entre novo e usado. O exemplo que se segue refere-se a apartamentos de tipologia T2:



Também nos custa a acreditar que a habitação no centro de Lisboa seja menos rentável que na periferia. O exemplo que se segue também se refere a um apartamento T2:




E em que acreditamos?


Que esta notícia não teve a ajuda de um profissional (nem sequer sabemos quem foi o seu autor)!



É por estes motivos que é importante a classe dos Peritos Avaliadores de Imóveis!
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário